Número total de visualizações de página

sábado, 26 de março de 2016

JASMIM



Partiu, há um par de dias, essa alma amiga da minha. 
Uma alma com fragrância de jasmim.
Partiu de noite, sob a luz feiticeira de uma generosa lua cheia, de olhos postos nos olhos que a amavam e que a encheram de desvelos e de alívios até ao último suspiro.
Abriu-se a porta para o jardim enluarado e a fragrância fecundou livremente os ares com a sua beleza balsâmica, liberta por fim do sofrimento atroz.

Acorri a abraçar com a minha alma aquele cujos olhos amavam o jasmim. A minha alma que chorou a partida prematura dessa flor perfumada que muito amava a vida que não pôde prosseguir, mas que também derrama lágrimas muito sentidas pelo doloroso vazio que sentiu no coração daquele que tanto amava o jasmim.

Jazia ela na  longa veste turquesa, como misteriosa fada celta, coroada de flores, adormecida sobre o ataúde, o rosto sereno, a alma já em voo livre para o Esplendor.
Recordei como, há muitos anos, aquele que amava o jasmim, enamorado e feliz com a companheira, me confidenciou a apreensão de não saber se o  Universo lhe retiraria aquele ser algum dia...
A última vez que a vi foi na casa idílica que o amor de ambos construiu. E era tal a vitalidade, o olhar encantatório sobre o mundo em redor que se desprendia da alma com fragrância de jasmim que, apesar de a saber muito doente, me interroguei sobre se não conseguiria vencer a onda maligna que a invadira. 

A manifestação tem, contudo, desígnios algo indecifráveis para nós. 
A alma com perfume de jasmim acabou por partir, mas deixou na daquele que a amava a marca indelével da sua alegria de viver, do seu amor por ele e pelos mistérios do natural e do maravilhoso. Viveram ambos o toque de um mundo ainda inacessível para a maioria.


Amor é perfume inextinguível, o único  verdadeiro perfume da Vida.
Amor tem toque de jasmim.

8 comentários:

  1. Grata por este belíssimo texto, dedicado a Alguém tão mágico, tão sem palavras que possam descrever... grata, grata...

    ResponderEliminar
  2. Será dificil descrever melhor, grata pela poesia, mesmo na sua partida, lembrava uma Fada Adormecida, como quem sabe um dia, o seu Príncipe despertará com um beijo?

    ResponderEliminar
  3. Tive a felicidade de os conhecer de perto e de acompanhar a sua história pessoal. A partida da Yasmin causou-me muita mágoa, também pela dor que senti no João.
    Esta minha homenagem a esses seres foi um bálsamo para a minha alma!
    Muito grata pela vossa apreciação!

    ResponderEliminar
  4. Obrigada Mariana pela beleza deste texto descrevendo estes dois seres magníficos com quem tenho a sorte de me ter cruzado.
    A partida da Yasmin moveu dentro de mim ondas, que pensei apagadas para sempre, de felicidade pelos momentos partilhados mas também de perda, nesta dimensão, da sua luz. E sobretudo uma imensa solidariedade com o João, desejando que a Vida o ajude a encontrar uma outra forma de presença e de amor.
    Um abraço para si, Mariana, e grata por existirem almas tão sensíveis que põem por escrito o que nós sentimos

    ResponderEliminar
  5. Teresa, amiga dos meus queridos amigos Yasmin e João, comoveram-me as suas palavras!
    Ter escrito este texto em memória da partida da Yasmin foi uma forma de exorcizar a minha própria mágoa ante a partida prematura desta mulher que tanto amava a Vida, o João e a vida que tinham construído.
    Também eu tive a sorte de os ter encontrado na vida e reconhecido as suas almas, como eles reconheceram a minha.
    O João precisa agora de todo o nosso carinho e apoio, é uma prova duríssima, apesar de tudo o que ele sabe e a que tem acesso.
    Abraço-a carinhosamente e obrigada pelo seu comentário
    Mariana

    ResponderEliminar
  6. Obrigada por exprimir o Sentir de todos nós em relação aos nossos/meus Mestres de hoje e Sempre. Esse modo, bem deles, de nos ajudar a olhar para o melhor que há em nós, nos outros e no mundo, guardo no meu coração e tento expandir em mim e à minha volta. Obrigada João e Yasmin.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada a si, Dulce, e a todos os amigos da Yasmin e do João, que encontraram no meu texto a ressonância do seu próprio Sentir.
      Humildemente me sinto portadora de uma dádiva espiritual, na sagrada memória da nossa querida Yasmin!

      Eliminar
  7. Palavras lindas, emocionantes mas inspiradoras. Fica a saudade de alguém que marcou tantas vidas que souberam ouvir e valorizar cada palavra. Beijinhos

    ResponderEliminar